31/03
Cemitério Bizantino de Mucugê

Além de rica em belezas naturais, a charmosa cidade de Mucugê guarda uma curiosidade histórica que virou atração turística - o Cemitério Santa Isabel, mais conhecido como Cemitério Bizantino. 

 

De onde veio o nome, é um mistério, já que a arquitetura não tem características bizantinas e sim neogóticas  - provavelmente o motivo são as terminações arredondadas e a inusitada cor branca dos jazigos, que fazem referência às cúpulas do mar Egeu existentes à época do império Bizantino. 

 

O contraste do branco com o verde da Chapada é uma das belezas do lugar. O cemitério começou a ser construído em 1855 após uma epidemia de cólera que atingiu a região e matou muita gente. A obra só foi finalizada em 1886 e fica na beira da estrada que passa em frente à cidade, em local afastado justamente para proteger os mananciais e lençóis d'água da região. 

 

Os túmulos podem ser vistos de longe e imitam fachadas de igrejas. À noite são iluminados por holofotes azuis que colorem o cenário e atraem os visitantes, pelo menos os menos supersticiosos… Durante o dia, visitantes passeiam por suas ruelas e fazem fotos nesse roteiro curioso e histórico. 

 

Época áurea

Na época da mineração, Mucugê foi um centro comercial importante e até chegou a abrigar uma embaixada francesa. Os senhores do minério não poupavam a riqueza conseguida da retirada dos diamantes e, muitos, chegaram a trazer arquitetos europeus para construir seus mausoléus, acrescentando ainda mais valor histórico e arquitetônico ao cemitério. Não deixe de conhecer!