24/02
Cachoeira do Buracão – um espetáculo da natureza

Em tempos de distanciamento social e fuga de aglomerações, curtir a natureza em amplos espaços livres é a melhor maneira de renovar as energias e seguir se cuidando mental e fisicamente. 

Por isso, se tiver dias de folga planeje uma viagem à Chapada Diamantina para conhecer seus tesouros naturais – a Cachoeira do Buracão é apenas um deles e ficar em Mucugê, no coração da Chapada, é a melhor alternativa para esse roteiro imperdível. Saiba mais aqui com gente! 

 

A Cachoeira

Fica no Parque Natural do Espalhado, um lugar incrível que tem várias atrações e a Buracão como estrela principal. A Cachoeira tem 85 metros de altura e a trilha até lá margeia o rio Espalhado, as cachoeiras do Recanto das Orquídeas, do Recanto Verde, a travessia do cânion até o poço do Buracão. Ou seja, os 3 km de caminhada, com esforço de leve a moderado, são em meio a cenários tão lindos que nem dá para cansar...

A melhor forma de chegar pertinho da queda d´água é ir nadando pelo poço que suas águas formam – no local tem colete salva-vidas porque é contra correnteza, meio difícil de nadar. Ao final, a visão é impressionante com os paredões de pedra e os raios de luz batendo na Cachoeira. 

 

Como chegar

Saindo de Mucugê são 70 km de asfalto até Ibicoara e 30 km em estrada de cascalho até a entrada do Parque – devagar e com cuidado dá para ir em qualquer carro. Vale lembrar que devido a pandemia o acesso está restrito a 120 pessoas/dia. A taxa de visitação é de R$ 15,00 reais por pessoa.

Preciso de guia? 

Sim, é obrigatório! É muito importante para garantir que tudo corra bem, pois o trajeto é longo e tem recantos que só quem conhece pode te apresentar. Em Mucugê, procure a ACVM - Associação dos Condutores de Visitantes de Mucugê ou pode contratar seu guia já em Ibicoara através da ACVIB - Associação dos Condutores de Visitantes de Ibicoara.